Mostra “Ruas Incarnadas”: SOB O SIGNO DO SANGUE

A intervenção que os Gnomos, ou os Verdadeiros Vira-Latas tem como inspiração o Sangue, e divide-se em 4 partes. 

Na primeira delas, “A Raça Cósmica”, o grupo e o público participante ingressam na narrativa mitológica da formação de uma Raça Cósmica, originada da mistura de todos os raças primitivas. Essa raça atravessa continentes e ao se estabelecer em lugares e deixar a condição de bandos migratórios, organiza-se em família.

A “Casa de Família?” é um banquete sanguíneo, oferecido a quem quiser, desde que a pessoa sinta-se capaz de viver, lado a lado dos familiares, os conflitos e rompantes da vida. Essa família desintegra-se, e livre do julgo paternalista vai vender sua arte.

Na praça do Circo os Vira-Latas vendem “Sangue Negro”. Uma possível evolução da espécie humana, uma vitamina que aprimora os dotes naturais. Se você deseja e não tem dinheiro para comprar poderá provar que necessita ao falhar nos desafios. Como o líquido é proibido a polícia leva todos os comerciantes presos, diretamente a um tribunal.

O “Eu e o Não Eu” é o julgamento daqueles que vendiam sangue. Um júri, uma acusação, uma defesa, os réus e o Juiz, frente à frente para decidir: quem vende sua arte em praça pública é culpado ou inocente?

22814_877814672291203_2794274067418559619_n 11108668_878551908884146_5294366737797640307_n 11390035_878551175550886_1919849180908687708_n 11406870_876560605749943_8611169230744611810_n 10153025_878550775550926_1909537301635583522_n 1471251_877851938954143_1542000912144740878_n 11224857_877849768954360_5562569350841519638_n

Comments are closed.

© 1989 - 2018 ECOS - Comunicação em Sexualidade. Todos os direitos reservados.