Perfil

Quem fomos e quem somos.

Fundada em 1990, a organização não governamental ECOS – Comunicação em Sexualidade foi formada por um grupo de jovens ativistas que lutaram contra a ditadura em prol da Democracia, dos Direitos Humanos e da Saúde Coletiva.

Essa união de profissionais de diferentes áreas, sendo a maioria oriundos dos movimentos feministas, LGBT e de saúde pública, teve como iniciativa defender a liberdade e os direitos fundamentais de todos os seres humanos, especialmente das populações mais vulneráveis, incluindo as mulheres e os jovens. Inicialmente, a ONG tinha o intuito de informar sobre os direitos sexuais e reprodutivos para diversos nichos da sociedade, questões tratadas com muita cautela e pouco discutidas nos anos noventa.

Com o passar do tempo, esses assuntos foram ganhando uma maior amplitude e, hoje, a ECOS atua e lida com os mais variados temas, com destaque em gênero, identidade de gênero e diversidade sexual, juventude, direitos sexuais e reprodutivos, raça/etnia e prevenção das IST/HIV/Aids e fortalecimento institucional.

Com essas abordagens, a ECOS auxilia os indivíduos a realizarem o exercício pleno da sua cidadania, para que, dessa forma, obtenham informações e ampliem suas oportunidades, com ganhos em qualidade de vida e efeito de combate ao preconceito e à discriminação.

Atuando em parceria com organizações governamentais e não governamentais, movimentos sociais, universidades e organismos internacionais. A estrutura de gestão inclui também uma equipe multiprofissional, com profissionais dotados de trajetórias sólidas em áreas como Comunicação, Sociologia, Psicologia, Direito e Gestão Social.

Ao longo dos projetos, a ECOS vem estabelecendo parcerias com instituições nacionais e internacionais, como Fundação MacArthur, Fundação Ford, Novib, AVSC Internacional, Fundação Elton John, Fundação Levi Strauss, Programa das Nações Unidas para o Controle Internacional das Drogas, IPAS, Advocates for Youth, IWHC, ABONG, Fórum de ONG/AIDS São Paulo, The PopulationCouncil, Pathfinder/USAID, Ministério da Saúde, UNICEF, UNFPA, UNESCO, Secretaria de Estado da Educação de São Paulo, Secretarias de Estado da Saúde e Coordenações Estaduais e Municipais de DST/Aids no Estado de São Paulo.

© 1989 - 2018 ECOS - Comunicação em Sexualidade. Todos os direitos reservados.