Escola sem Homofobia

Escola sem Homofobia é um projeto apoiado pelo Ministério da Educação/Secretaria de Educação Continuada, Alfabetização e Diversidade (MEC/SECAD), tem como objetivo contribuir para a implementação do Programa Brasil sem Homofobia, pelo Ministério da Educação, através de ações que promovam ambientes políticos e sociais favoráveis à garantia dos direitos humanos e da respeitabilidade das orientações sexuais e identidade de gênero no âmbito escolar brasileiro. Escola sem Homofobia vem somar-se aos legítimos esforços do governo em priorizar, pela primeira vez na história do Brasil, a necessidade do enfrentamento à homofobia no ambiente escolar.

A ECOS ficou responsável pela criação do kit de material educativo e da metodologia/conteúdo da capacitação, pela preparação da equipe de capacitadoras(es) e por ministrar a capacitação.

Saiba mais:

Contexto [continuar lendo]

Material Educativo e Capacitações [confira]

O kit na mídia [confira]

Posição atual quanto ao kit Escola sem Homofobia

Os materiais estão no Ministério da Educação, especificamente o Departamento de Direitos Humanos da Secretaria de Educação Continuada, Alfabetização e Diversidade (SECAD), aguardando o parecer final. Uma vez aprovados, o compromisso assumido pela SECAD é de imprimir/copiar e distribuir kits do material educativo para 6.000 escolas do ensino médio.

Considerações e expectativas quanto ao kit

Portanto, só nos resta junto com o movimento social aguardar que a SECAD aprove o mais rápido possível os materiais do kit, imprima-os e distribua-os para as escolas, conforme acordado no início do projeto Escola sem Homofobia. A ECOS espera poder obter autorização da SECAD para disponibilizar gratuitamente ao público interessado os materiais do kit em seu site.

Carta Aberta da ECOS: VETO AO KIT

  • Últimas da ECOS

    Hoje, dia 15 de Julho se comemora o “Dia do Homem”. Esse dia nos faz pensar se deveríamos e, como deveríamos comemorar o tal “Dia do Homem”. Mas afinal de que homens estamos falando? São tantas as masculinidades quanto diversas as opressões de gênero. Que o “Dia do Homem” sirva como lembrança pro necessário enfrentamento dos modelos hegemônicos de gênero, do racismo, da hetoronormatividade, do binarismo de gênero e demais mecanismos que se traduzem em injustiças sociais, violência e opressão. Que essa data nos recorde que há muito o que fazer se queremos ultrapassar as barreiras de acesso à saúde integral e equânime para homens jovens e adultos. ... Ver maisVer menos

    Ver no Facebook

    5 dias atrás

    ECOS - Comunicação em Sexualidade

    Ainda celebrando a escolha de Denise Carreira, que faz parte da nossa coordenação executiva, entre as brasileiras que integram a Rede Gulmakai do Fundo Malala, deixamos a nossa dica para que você possa aproveitar o #MalalaDay por muitos e muitos dias:

    ✊ Demonstre apoio ao direito humano à educação em suas redes sociais.
    ✊ Conheça trabalhos de organizações do campo de defesa de direitos que atuam no combate às desigualdades de gênero e raça na educação.
    ✊ Valorize iniciativas locais e ações de meninas e mulheres em favor da educação na sua região.

    Essas são ideias de primeiros passos, muito podemos fazer juntas por uma educação de qualidade! #AçãoEmRede

    + sobre #MalalaDay : data em que celebramos o aniversário de Malala Yousafzai e reconhecemos seus esforços em defesa dos direitos humanos e da educação de meninas e mulheres.
    ... Ver maisVer menos

    Ver no Facebook

© 1989 - 2018 ECOS - Comunicação em Sexualidade. Todos os direitos reservados.